24/09/2019 - Institucional

 PESC Periquito ganha Prêmio CONECTA de Sustentabilidade da FIEMG

 A iniciativa visa gerar inclusão e inovação


A iniciativa tem como objetivo gerar oportunidades de inclusão sócio-produtivas e inovação de produtos

O Programa Empreendedorismos Social Comunitário (PESC) Periquito recebeu o Prêmio CONECTA de Sustentabilidade da FIEMG na categoria Pequeno Porte. A iniciativa tem como objetivo gerar oportunidades de inclusão sócio-produtivas e inovação de produtos, com foco no coletivo de mulheres que já atuam na produção e comercialização de tapetes artesanais em Periquito-MG.

“O Prêmio Conecta de Sustentabilidade não só conecta boas iniciativas do setor, mas também vem reconhecer metodologias que geram resultados. O PESC tem a missão de apoiar empreendedores, incipientes ou em estágios embrionários, por meio de um programa de capacitação e incubação de empreendimentos sociais por 18 meses. É gratificante contribuir para profissionalização e a melhoria das técnicas produtivas de tapetes do coletivo de mulheres da comunidade mineira de Periquito”, Marcus Finco, gerente de Negócios sócias da Fundação Vale.

O projeto começou em junho de 2018 e se estenderá até março de 2020. Até agora, foram realizadas atividades de formação coletivas e assessorias individuais em gestão do negócio e inovação de produto, possibilitando assim a inclusão de 19 tapeceiras num processo de profissionalização. Além disso, a iniciativa ainda possibilitou a ampliação de renda por meio de uma produção de tapetes mais qualificada e inovadora, proporcionando também a elaboração de novos produtos.

A primeira coleção foi trabalhada em duas linhas: uma individual, explorando o desenvolvimento de negócios com identidade local definidos por cada empreendedora. A outra priorizou a ação coletiva, com o desenvolvimento de ecobags a partir de tecidos reutilizados e doados pelos funcionários da Vale, trabalhados dentro do conceito de upclycling.

 

Sobre o Programa Empreendedorismo Social Comunitário (PESC)

O PESC tem o objetivo de incubar potenciais empreendedores, sejam eles apenas ideias ou já negócios embrionários. Com duração média de 18 meses, o programa contempla também, além do processo de incubação, a formação do Fórum de Empreendedorismo Social, o qual busca realizar ciclos de formação em empreendedorismo e gestão integrada do negócio com as comunidades.