Rede Mulheres do Maranhão

30/03/21

É um coletivo formado pelos negócios sociais que foram incubados, acelerados e graduados pelo AGIR executado na Estrada de Ferro Carajás (EFC). Os negócios sociais que formam a Rede são formados majoritariamente por mulheres, as quais comercializavam produtos pela janela do trem de passageiros da EFC. Com a modernização do trem, em 2015, as janelas foram fechadas e estas mulheres perderam sua principal fonte de renda. O AGIR apoiou os grupos em sua reinvenção diante do novo cenário e incentivou o cooperativismo e associativismo em rede.

Como continuidade do AGIR EFC, a Rede Mulheres do Maranhão ganha protagonismo através da dinamização de suas atividades produtivas, integrando grupos de quebradeiras de coco babaçu à Rede, e acessando novos mercados.

Notícias relacionadas